Entrevista ao Pai Natal

17 12 2007

Hoje vamos entrevistar uma lenda internacional: o Pai Natal. Vamos tentar descobrir as verdades por detrás dos mitos. Há uma Mãe Natal? O Pai Natal sempre vestiu um fato vermelho e branco ou, durante décadas, esteve a imitar a Coca-Cola?

7ºI – Vou perguntar-te uma coisa que intriga o mundo há décadas. Há uma Mãe Natal? E se houver, onde é que  a conheceste? Tens filhos? E se não, qual a razão?

Pai Natal –  Como é que uma pessoa tão boa, podia não ter arranjado uma mulher? Conheci a minha mulher há muito tempo. Mas ainda me lembro do dia. Estava a comprar roupas de Verão e não sabia o que escolher e ela ajudou-me muito. Vocês sabem que as mulheres gostam de ajudar os homens a comprar e escolher roupa, não é? Mas, para surpresa minha houve faísca. Saímos juntos e mais tarde casámo-nos. Sim, temos filhos, mas são um bocadinho diferentes do que esperávamos, mas eu já te digo porquê.

7ºI – Quem é que teve a ideia do teu fato, foste tu ou a Coca-Cola?

Pai Natal – Eles copiaram-me a ideia. Como, perguntam vocês? Bem, eu estava a pôr prendas debaixo do pinheiro de Natal do Presidente da Coca-Cola e para minha surpresa, ele desceu as escadas e viu-me. Ele foi a primeira pessoa a ver-me. No entanto, ele gostou do meu fato e utilizou-o numa publicidade. Fiquei muito zangado!

7ºI – Deixaste-nos pendurados naquela outra pergunta, “Sim, temos filhos, mas são um bocadinho diferentes do que esperávamos, mas eu já te digo porquê.”

Pai Natal – Estava à espera que me perguntasses isso. Sabes aquela história dos elfos ajudantes do Pai Natal? Bem, eles são os nossos filhos.

7ºI – A minha mãe ensinou-me que é errado perguntar a idade às pessoas, mas quantos anos tens?

 Pai Natal –  Boa pergunta, as pessoas falam de mim desde há séculos atrás, mas eu não tenho lá muita certeza, só sei que tenho mais do que 600 anos e menos do que 675 anos. Eu sei que é estranho não saber quantos anos é que se tem, mas conheces alguém com mais de 200 anos? As coisas começam a ser mais e mais difíceis de serem lembradas. No outro dia, eu ia comprar uma coisa com o meu cartão de crédito, mas esqueci-me do pin. Foi muito embaraçoso.

7ºI – Como é que gostas que te chamem? Saint Nick? Santa Klaus? Pai Natal?

Pai Natal – Eu não me importo com isso, o que importa é que as crianças saibam o que eu faço e quem eu sou por todo o mundo.

7ºI – Qual é a tua altura preferida do ano, Primavera, Verão, Outono ou Inverno?

Pai Natal – Isso é uma pergunta interessante, todas as pessoas pensam que é o Inverno, porque dou prendas às crianças, mas não é! É a altura do ano preferida das crianças! Para mim é difícil, tenho que acordar todos os dias às seis da manhã e tenho que correr de um lado para o outro! A minha altura preferida do ano é o Verão, as férias numa terra quente como Miami, Portugal ou Cuba. Os dias intermináveis a descansar ao sol…

7ºI – Praticas algum desporto?

Pai Natal – Por acaso, esquio, ando nos montes e ando de trenó às vezes. Tem que se aproveitar a neve de alguma forma.

7ºI – Aqui vem a pergunta que eu estive mais ansioso por fazer, como é que distribuis as prendas numa só noite?

Pai Natal – Tenho pena, mas não te posso dizer isso. É o segredo do negócio.

7ºI – Em resumo, como é que tu te sentes em relação à tua carreira?

Pai Natal – Eu sou o homem mais feliz do mundo, porque ponho sorrisos nas caras de todas as crianças do mundo inteiro. 


Ações

Information

2 responses

29 12 2007
JO

Na minha opiniao a entrevista e excelente.

30 12 2007
rita carmo

oh joaquim para ti pois foste tu que o fiseste

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: